sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Ruth Duckworth - Esculturas em Cerâmica

Ontem fui a uma mostra de cinema na USP (CINUSP), organizado pela professora Norma Grinberg , vídeos sobre a cerâmica, da China ao Chile, algumas animações e em particular adorei essa artista Ruth Duckworth... falecida em 2009 aos 90 anos.

Procurando no you tube, achei o documentário que me encantou, pela história de vida desta mulher, uma vida dedicada  a Arte, na cerâmica começou aos 40 anos, sua dedicação, seu trabalho e os resultados... painéis magníficos e esculturas gigantescas em diversos locais... em bronze ou na cerâmica, magníficos !


" Excerpts from Ruth Duckworth: A Life in Clay, the award winning documentary that traces the life of this prolific ceramic sculptor. Directed by Karen Carter."

4 comentários:

  1. Fantástico!!!!!!!!Realmente ela é bárbara! E muito inspiradora...

    ResponderExcluir
  2. Miki,

    uau...
    que história fantástica...

    aliás, tudo por aqui é encantador !!! Se você tiver interesse gostaríamos de fazer uma matéria com você...

    (mimochic@bol.com.br)

    A noite fica muito mais gostosa quando a gente encontra um blog lindo como o seu prá curtir...

    Vai ser a maior alegria te receber lá no nosso MIMO CHIC... um lugar cheio de surpresas, dicas e alegrias !!!

    Hug,

    Sol & Lulú

    P.S.: Estamos te seguindo !

    ResponderExcluir
  3. Thks Aká,
    adorei a Vida desta mulher magnífica ! muuuito inpirador : )

    Olá meninas,
    Sol e Lulu sejam bem vindas !
    obrigada pelo convite, já entrei no blog de vcs e adorei meninas, muito bom gosto e cheio de mimos, e chic!!!
    Estou a disposição para matéria pra quando quiserem ok?!
    beijinhos,
    Miki

    ResponderExcluir
  4. Tem cinco poemas novinhos no meu blog, http://lenjob.blogspot.com.
    Peço por gentileza que passe no http://castelodopoeta.blogspot.com e veja tudo que tem lá. Que aprecie, que comente e que indique. É um blog de toda nossa cultura com os maiores artistas brasileiros, anônimos ou não.

    João Lenjob.

    Noites de Luar Para Sempre
    João Lenjob

    Se quiseres meu amor
    Se sentires ou sentes o que sinto
    Se tens o tempo que eu tenho
    Se me amas como eu te amo
    Se me perdoas, se entendes
    Como te faço meu bem
    Se és da minha rua ou do meu mundo
    Se podes caminhar comigo
    Plantar, colher, alimentar, sofrer
    Nós podemos viver para sempre
    Se estais pronta para tempestades
    Ou dilúvios e maremotos, correntes
    Para roseiras, constelações e noites de luar
    Para noites abraçados e com todos os beijos
    Se podes sentir minhas verdades (inteiras)
    Se sorrires a cada lágrima minha
    E souberes me dar a mão todos os dias
    Sentindo a minha falta e também presença
    Se venceres comigo todas as batalhas e amando
    Nós poderemos viver para sempre.

    ResponderExcluir